[Videos] Porre Literário: Zumbis – Palestra de Alexandre Callari

Por Rodrigo Florencio.

Fala galera! Mais uma vez o Geek Vox, representado por este maluco que aqui escreve, esteve presente em um evento com a temática zumbi em São Paulo.

No dia 24/03 ocorreu o Porre Literário: Especial Zumbis! Este evento é organizado pela Karina Andrade, da rádio Fast 89 FM e teve como palco o Frans Café da Fnac na Av. Paulista.

O autor do livro Apocalipse Zumbi, Alexandre Callari foi o palestrante convidado e deu uma aula para os futuros sobreviventes que ali estavam.

Sem brincar, deveriam ter umas 100 pessoas ou mais apinhadas na cafeteria. Sucesso total!

O grupo criado no Facebook, Encontro Walkers SP mais uma vez demonstrou sua força e compareceu em peso na palestra! O Encontro Walkers, do qual os membros do Geek Vox fazem parte e divulgam com orgulho, ainda terão diversos eventos (próprios ou de terceiros) durante o ano. Se liga, é o grupo de fans da série The Walking Dead mais engajado do Brasil!

Tivemos a oportunidade de gravar grandes trechos da palestra do mestre Callari, ou Manes para os intímos (brincadeira, inventei isso), e apesar da dor nos braços, conseguimos colocar um conteúdo até então inédito em nosso canal do Youtube.

Sério, você não encontra material como este em outro lugar! Dica de sobrevivente!

Ajude a divulgar e não deixe de comprar o livro do Alexandre Callari: Apocalipse Zumbi – Os primeiros anos, da editora Évora.

Veja também as fotos do evento Porre Literário Zumbis! 

Videos:

Ufa! Quase 41 minutos de Apocalipse Zumbi, livros, filmes e táticas de sobrevivência? COMPARTILHE!!!!

Galeria

Guia do Apocalipse Zumbi: Nada mais a perder

Esta galeria contém 1 imagem.

Por Fernanda Gomes, convidada especial no G.A.Z. Amigos geeks que serão os futuros sobreviventes ao extermínio da raça humana, neste capítulo do Guia do Apocalipse Zumbi teremos um conto emocionante, escrito pela querida Fernanda Gomes. Fernanda Gomes faz parte da … Continuar lendo

Guia do Apocalipse Zumbi: Maisena explosiva

por Rodrigo Florencio

Miguel caminhava apressado entre as prateleiras do supermercado. Muitas estavam caídas, assim como alguns suportes de iluminação. Haviam caixas de cereais, biscoitos e muito liquido pelo chão, tornando a busca por alimentos ainda mais difícil. Era perigoso, mas extremamente necessário. Miguel sabia que sua mãe doente e os dois irmãos menores não sobreviveriam sem suas empreitadas por comida.

Era para ser entrar e sair. A mochila já tinha alguns acendedores de fogão, daqueles compridos, biscoitos e até atum em lata. Foi quando o menino ouviu passos vindos de todos os lados. Estava andando entre eles e nem havia percebido. Fora empurrado para um canto. Já podia vê-los chegando. Eram cinco. Vasculha rápido a mochila. Pega o acendedor. Ilumina o chão… Há várias caixas… de… MAISENA!

Guia do Apocalipse Zumbi – Maisena Explosiva

Mais um post para nosso guia definitivo para a sobrevivência aquele que acredita-se ser o destino final da humanidade! O Apocalipse Zumbi! Quando os mortos não ficarão mais em suas covas e virão atrás de sangue e cérebro!

IMPORTANTE: Nunca é o bastante alertar – NUNCA REPRODUZA OS ITENS DESCRITOS NESTE GUIA! NÃO NOS RESPONSABILIZAMOS POR POSSÍVEIS DANOS, PREJUÍZOS, PERDA DE MEMBROS, MORTES OU PARALISIAS. SÓ USE EM CASO DE APOCALIPSE ZUMBI.

Este post foi inspirado totalmente em um video do Blog Manual do Mundo, feito por Iberê Thenório. Vale muito a pena conferir os diversos videos que eles postam!

No video abaixo, o Manual do Mundo ensina como utilizar Maisena (Amido de Milho) para cuspir uma bola de fogo! O mais legal é que, diferente de álcool ou gasolina, o risco de a bola de fogo voltar em seu rosto é muito menor.

Veja e não deixe de curtir outros videos do Manual do Mundo:

Descubra o que aconteceu com Miguel no Supermercado…

O menino abriu desesperadamente a caixa amarela de amido de milho e não tardou a enfiar uma grande quantidade na boca. Levantou rindo, com um ar irônico e extremamente tranquilo para uma situação como aquela. Poderia ser digno de Hollywood se não fosse por sua cara branca, toda suja de maisena.

Os pares de braços putrefatos romperam da escuridão em meio a gemidos… Um estalar do acendedor de fogões… Uma grande “cusparada” de Maisena… Uma bola de fogo se expande no ar a frente…

Os mortos ainda não estão mortos, mas estão fora do caminho. A saída do supermercado está logo ali.

* Aproveite 3 minutos do seu tempo e vote em nosso Blog, Finalista do Prêmio Top Blog 2011!
É só clicar no banner abaixo e seguir as instruções! 🙂

Guia do Apocalipse Zumbi: Martelo “Calibre 12”

Por Rodrigo Florencio

Simon não teve muita sorte ao romper entre a legião de zumbis que cercavam o bar. Na confusão, um dos mortos conseguiu puxar a mochila de suas costas, derrubando sua lanterna e alguns flares que estava guardando. “Melhor do que levar uma mordida” – esbravejou ao fechar a porta metálica.

O bar estava bastante escuro, mas estranhamente não tinha aquele cheiro podre de mortos no ar, algo que levava a crer que o local já estivesse trancado quando as mortes começaram. Simon começou a vasculhar o balcão, mas sem sorte, encontrou apenas um martelo, fita adesiva, uma faca pequena e alguns cartuchos de espingarda calibre 12.
” Encontrar a Shotgun junto seria pedir demais Deus?”. Sorriu. Mas não por muito tempo. Do escuro, quase como que conjurada do inferno, uma mesa foi lançada na direção do rapaz, que teve pouco tempo para pular. “Porra, um BigFoot!!”.

O morto vivo saiu da penumbra, babando e com os olhos saltando das orbitas. De seus aproximados 2 metros de altura podia enxergar claramente Simon, seu jantar, esgueirando em direção a uma porta atrás do  balcão. Um soco do big foot, o balcão vai a baixo. Simon está preso em uma pequena sala. Socos repetidos na porta… ela irá se quebrar a qualquer momento, e você sabe disso.

Guia do Apocalipse Zumbi: Martelo Calibre 12

Importante: Este Guia é uma obra de ficção e não deve ser experimentado em situações reais, salvo em casos de invasão, ameaça ou ataque de mortos-vivos.

Neste post do GAZ iremos ensinar como tornar um martelo comum em uma excelente arma para abrir a cabeça de zumbis ou até mesmo portas e cadeados.

Martelo Calibre 12

Itens necessários:

– Martelo;

– Cartuchos de Espingarda Calibre 12 (conhecida em games como Shotgun);

– Fita adesiva;

– Alfinete ou tachinhas metálicas (pode ser substituído).

O que fazer:

A ideia aqui é tornar o martelo em um dispositivo mortal, simplesmente por acoplar em sua ponta de impacto um cartucho de calibre 12.

Ao atingir uma superfície com força, o “Martelo Calibre 12” irá estourar a espoleta que fica na parte traseira da capsula, iniciando a explosão da polvora contida no cartucho, causando grande estrago no objeto ou zumbi que for atingido por essa “martelada fuck yeah”.

Passos:

– Coloque o martelo deitado em uma mesa ou chão e aproxime o cartucho da sua ponta de impacto.

– O cartucho deve ser colocado com a parte metálica para trás, voltado para a área de impacto do martelo.

– Se houver disponível, coloque uma tachinha ou um alfinete entre o martelo e o cartucho, com a ponta afiada exatamente no pequeno circulo que há no cartucho de 12. Ali é onde fica a espoleta que inicia a explosão. Caso não tenha uma tachinha ou alfinete, coloque algo pequeno e forte o suficiente para ajudar a romper a espoleta quando o martelo for batido. Caso não tenha nada em mãos, deixe sem nada mesmo. Tentar inventar moda aqui só vai atrapalhar e possivelmente impedir a explosão.

– Junte o cartucho a ponta de impacto do martelo com fita adesiva, garantindo que fique bem firme para que não solte quando o martelo for batido contra o alvo.

IMPORTANTE: A parte metálica do Cartucho tem de ficar em contato com a ponta de impacto do martelo, nunca virado do outro lado.

Acompanhe abaixo a continuação da história de Simon e também um vídeo que mostra o impacto causado por um “Martelo Calibre 12”

Simon sabia bem o que fazer. Mesmo com as mãos tremendo, conseguiu enrolar bem a fita adesiva na ponta do martelo. Deu uma boa olhada de lado para assegurar que o cartucho de shotgun estava preso ao martelo. Respirou fundo. Era questão de tempo. A porta rachou ao meio com o ultimo soco do zumbi, que com isso adentrou a sala tropeçando em direção ao rapaz. Era a deixa. De cabeça baixa, o Big Foot era alvo fácil. Simon esticou o braço, impulsionou o ombro num movimento quase olimpíco e martelou bem no meio da testa do morto vivo. O estouro quase ensurdeceu Simon. Sangue por toda a parede e nos pedaços da porta destruída. Não havia mais cabeça para esse Big Foot.

Martelo Calibre 12

* Aproveite 3 minutos do seu tempo e vote em nosso Blog, Finalista do Prêmio Top Blog 2011!
É só clicar no banner abaixo e seguir as instruções! 🙂

Guia Apocalipse Zumbi: Lock Pick – Como abrir fechaduras

Por Rodrigo Florencio

Samara já estava correndo por mais de 40 minutos . Entre becos e ruas escuras, seu senso de direção indicava para seguir norte na avenida principal. Suas pernas já não aguentavam mais, e a cada esquina dezenas de mortos vivos notavam sua presença e iniciavam uma sinistra caminhada em sua direção. Finalmente uma luz ao longe iluminava a porta de metal de uma loja de armas. Samara já sentia-se melhor, a corrida valeu a pena.
De sua mochila a garota retira dois pequenos pedaços de metal e inicia, um tanto sem jeito, uma investida contra a pequena fechadura. Olhos arregalados, suor pingando da testa. Não havia tempo para limpa-lo. Eles estavam chegando. Passo a passo, gemendo e se atacando. Um estalo. Uma mão gangrenada quase alcança sua nuca. A porta se fecha mais rápido do que foi aberta. Suspiro.

Bem vindos ao GAZ – Guia do Apocalipse Zumbi! Neste primeiro post, ensinaremos a arte de abrir fechaduras! Isso mesmo, você aprenderá como usar Lock Picks para abrir fechaduras e cadeados no bom e velho estilo de Resident Evil 2 e Supernatural.

Para todo bom geek e sobrevivente do Apocalipse Zumbi, saber abrir cadeados e fechaduras pode ser uma habilidade indispensável, ainda mais em situação extremas como o fim da humanidade ou sua irmã presa no banheiro.

GAZ – Como abrir fechaduras – LockPick

Primeiramente, você irá precisar de 2 utensílios metálicos:

– O primeiro deverá ser parecido com uma chapinha de metal, fino o suficiente para entrar na parte baixa de uma fechadura, curvado para que não atrapalhe, mas forte o suficiente para gerar o movimento de “virada” da chave. Com uma boa área onde você possa segura-lo.

– O segundo é o utensilio que será inserido na fechadura, deverá ser fino e possuir uma espécie de gancho para poder empurrar os pinos da trava para cima. Chamarei de gancho para facilitar a postagem.

Com a base do lock pick inserida na parte baixa da fechadura, faça uma pequena pressão para esquerda (sentido horário) ou direita (anti-horário).

Insira o gancho e agora prepare-se para a parte sensível da coisa:

Entenda como a fechadura funciona, observando os itens da imagem acima:

Molas (azuis)

Pistões (Amarelos)

Key Pins (Vermelhos)

O segredo em uma fechadura são os KeyPins. Estes são únicos e diferem entre sí. A sua altura varia e encaixa com as ranhuras da chave. Note no próprio desenho acima que os keypins não são do mesmo tamanho, sendo assim, a ranhura da chave irá levantar os KeyPins na ordem e altura certas, travando os “pistões” acima da linha tracejada, abrindo a fechadura.

Sua tarefa:

Ao torcer um pouco a fechadura, você estará apto a procurar entre os KeyPins as dicas de abertura. Ou seja, a própria fechadura vai te indicar qual deles deve ser levantado primeiro. Você sentirá a pressão das molas empurrando os keypins de volta a medida que os empurra com o gancho. Tente sentir qual não apresenta pressão, ou que aparenta raspar dentro da fechadura. É uma arte, não há como dizer o que você deve notar, isso tende a tornar-se instintivo.

Sua missão é conseguir levantar os keypins com o gancho até acima da base da fechadura, um a um para que então você consiga girar a fechadura com a outra peça do lock pick.

Veja nos videos abaixo como funciona na prática!

Nos vemos no próximo post do GAZ!! Lembrem-se: Keep Running!

fonte: http://howto.wired.com/wiki/Pick_Locks