Confira uma penca de detalhes do MMO de Vampiro: A Máscara!

Depois de um ano sem informações algumas sobre o MMO de World of Darkness, a White Wolf finalmente revela novos detalhes sobre o tão aguardado jogo! E ele é mais RPG do que se pensa, além de ser centrado no mundo de Vampiro: A Máscara.

Para começo de conversa, os jogadores começarão como mortais — e poderão continuar jogando como mortais. Tornar-se um vampiro é algo completamente opcional, e lhe dará vantagens e desvantagens. O objetivo é criar um MMO que consiga simular o máximo de um Live Action RPG o possível, enquanto mantém toda a jogabilidade de um jogo de mesa.

O foco será totalmente na interação entre os jogadores e NPCs do mundo, com a trama principal sendo desenvolvida sempre pelos jogadores. Habilidades de Diablerie (o ato de vampirizar um outro vampiro, absorvendo seus poderes) estão sendo estudadas para serem implementadas da forma correta. O “clã” Caitiff não estará presente, porque a desenvolvedora não encontrou uma forma satisfatória de encaixá-los no game.

Outros fatores que vão te deixar com vontade de jogar:

  • Não há ciclo de dia e noite — é sempre de noite no Mundo das Trevas
  • Jogadores poderão escalar toda a construção política até o topo, podendo virar até Príncipes de cidades
  • Será completamente possível (e deveras difícil) chegar até o topo da cadeia alimentar sem matar um ser vivo (ou morto-vivo) sequer, totalmente através de contatos, amizades e política
  • Outros seres sobrenaturais, como os Garou (lobisomens) e Magos estarão presentes no jogo, mas como NPCs
  • Servidor único, com uma enorme variedade de cidades, sem qualquer tipo de instância ou forma de jogo isolada

Ou seja, um investimento pesado para criar um universo único, sem separação alguma. Também importante para o jogo é o conceito deHumanidade. Se você nunca jogou Vampiro, este atributo define o quão são você continua. Ações muito malignas lhe tiram humanidade, algo difícil de manter quando você é um monstro. Quanto menos humanidade, mais próximo de sua natureza bestial você se encontra.

Através da humanidade e das ações dentro do jogo, os jogadores maisescrotinhos poderão sofrer severas consequências, e não meramente de guardas ou outras entidades. Mesmo em áreas sem PvP, aqueles que continuamente quebrarem a Máscara (ficarem se revelando aos humanos, agindo como monstros sem cérebro, chamando atenção demais) poderão ser caçados até abertamente pelas sociedades dentro do jogo. Não foi informado nada sobre a possibilidade de viver fora das regras daCamarilla.

Por fim, um fator importantíssimo: mortes persistentes. Dependendo da forma que seu personagem morrer, ele poderá morrer permanentemente (em vez de entrar em Torpor ou cair desacordado). Ou seja, não é tão simples quanto adentrar um local, bater em todo mundo, morrer, voltar e continuar o ciclo.

É muita, muita promessa. Mas a White Wolf e a desenvolvedora CCP estão fazendo com tanto cuidado que parece que dificilmente algo sairá errado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s